Blog

Humildade como meio de Sabedoria

Posted by:

O que significa verdadeiramente humildade?

No sutra de Hui Neng encontramos a resposta.

Bhikkhu Fa Ta, um nativo de Hung Chou que se uníu à Ordem na tenra idade de sete anos, costumava recitar o Saddharma Pundarika Sutra (Sutra do Lótus da Boa Lei). Quando foi prestar homenagem ao Patriarca, ele não abaixou sua cabeça até o solo. Devido a esta abreviada cortesia, o Patriarca reprovou-o dizendo, “Se tu te recusas a abaixar até o solo, não seria melhor deixares de fazer a saudação de uma vez? Deve haver algo em tua mente que te faz tão cheio de si. Diga-me o que fazes em teu exercício diário”.

– “Eu recito o Saddharma Pundarika Sutra”, respondeu Fa Ta. “Eu li três mil vezes seu texto inteiro!”.

– “Houvesse tu captado o significado do Sutra”, comentou o Patriarca, “não terias assumido tal soberba, até mesmo se o lesses dez mil vezes. Se houvesse compreendido o texto, estarias trilhando o mesmo Caminho que o meu. O que realizastes fez de ti alguém convencido e, além disso, não pareces perceber que isto está errado. Escuta meus versos:”

Uma vez que o objetivo do ritual é restringir a arrogância
Porque não abaixaste tua cabeça até o solo?
‘Acreditar em um ego’ é a fonte do erro,
Mas ‘tratar toda a realiação como Vazio’ atinge um
mérito incomparável!

O Patriarca pedíu seu nome então, e ao saber que este era Fa Ta (que significa Entender a Lei) comentou, “Teu nome é Fa Ta, contudo não foste capaz de compreender a Lei”. Ele concluíu criando outros versos:

Teu nome é Fa Ta
Diligentemente e sem desistir recitas o Sutra.
Repetição de texto através dos lábios só serve para a verbalização,
Mas aquele cuja mente ilumina-se ao captar o significado,
Por causa de Pratyaya (condições que produzem os fenómenos) em nossas vidas passadas
Eu explicarei a ti.
Se tu apenas acreditares que o Buddha não fala nenhuma palavra,
Então o Lótus irá florescer em tua boca.

Tendo ouvido estes versos, Fa Ta arrependeu-se e se desculpou com o Patriarca. Ele também acrescentou, “Daqui por diante, serei humilde e cortês em todas as ocasiões. Como eu não entendo totalmente o significado do Sutra que recito, tenho dúvidas sobre sua interpretação formal. Com vossos conhecimento profundo e grande sabedoria, vós amavelmente me concedereis uma pequena explicação?”.

O Patriarca respondeu, “Fa Ta, o Dharma é bastante claro; é tua mente que não está clara. O Sutra é livre de passagens duvidosas; é apenas tua mente que as faz duvidosas; Recitando o Sutra, sabes seu objetivo principal?”.

– “Como eu posso saber, Senhor”, Fa Ta respondeu, “sendo tão confuso e estúpido? Tudo o que sei é como recitá-lo palavra por palavra”.

O Patriarca disse então, “Tu irás, por favor, recitar o Sutra, uma vez que eu não posso lê-lo. Eu então explicarei o significado a ti”.

Fa Ta recitou o Sutra, mas quando ao capítulo intitulado “Parábolas”, o Patriarca o parou e disse, “O ponto-chave deste Sutra é esclarecer a meta e o objetivo da encarnação de um Buddha neste mundo. Embora parábolas e ilustrações sejam numerosas neste livro, nenhuma delas vai além deste ponto principal. Agora, qual é este objetivo? Qual a sua meta? O Sutra diz, ‘é exclusivamente para um objetivo e, uma única meta, verdadeiramente um alto objectivo e uma grande meta que um Buddha aparece neste mundo.'”

(extraído do Sutra de Hui Neng)

0

About the Author:

  Artigos relacionados
  • No related posts found.