Dons espirituais

Telecinese

Telecinese consiste na capacidade de mover objectos à distância com a mente. Dado que para a telecinese é necessária a acção da mente e dado que todos os seres humanos têm mente, então, potencialmente todos temos telecinese. Para desenvolver telecinese, é necessária concentração profunda (aqui a prática da meditação pode ajudar), de seguida sentir a nossa própria energia (praticar até se conseguir sentir o nosso campo energético) e, por fim, criar mentalmente a imagem de um objecto e visualizar o seu movimento.
O caso de telecinese mais estudado de sempre é o de uma russa de nome Nina Kulagina que descobríu a sua estranha capacidade por volta dos 33 anos. Nina acreditava ter recebido o dom de sua mãe que disse, quando zangada, tinha o hábito de mover objectos de forma espontânea.

Uma das experiências mais celebradas de Nina teve lugar num laboratório de Leninegrado em 10 de Março de 1970. Curiosos por observarem que Nina conseguia, de facto, mover objectos inanimados, os cientistas levantaram a hipótese de Nina poder influenciar tecidos orgânicos. Um dos cientistas que acompanhou uma experiência em que Nina conseguíu interromper o coração de um sapo que tinha sido extraído cirurgicamente e colocado a bater dentro de um frasco de solução foi Sergeyev.

Sergeyev observou que Nina, extremamente concentrada no coração, conseguíu fazê-lo bater mais depressa, de seguida mais devagar até que, por fim, com um pouco mais de esforço conseguíu pará-lo.

No final dos anos 70, Nina teve um ataque cardíaco quase fatal o que a forçou a abrandar as suas experiências. De acordo com um relatório médico produzido pelo Dr. Zverev, Nina sofria de dores nos braços e nas pernas, descoordenação motora e tonturas. Nina acabaria por falecer em Abril de 1990, vítima de ataque cardíaco, eventualmente provocado pelo esforço durante todos os anos em que praticou a telecinese.