Cura de bloqueios amorosos

A Terapia Multidimensional pode ser usada para curar de uma forma realmente eficaz bloqueios ao nível amoroso que estão a impedir a pessoa de experienciar um relacionamento verdadeiro, harmonioso e satisfatório quer ela se encontre numa situação precária em termos amorosos (como numa amizade colorida) quer ela não se encontre sequer em qualquer relacionamento (namoro ou casamento) que implique amor, respeito, exclusividade, confiança e fidelidade.

Amizades coloridas

As amizades coloridas são um tipo de relacionamento cada vez mais comum nos dias de hoje. Uma amizade colorida consiste num tipo de relacionamento em que duas pessoas que não se amam o suficiente para estar num relacionamento amoroso (namoro ou casamento) suprem as necessidades de carinho, afecto, companhia e sexuais da outra. Caracteriza-se por ser um tipo de relacionamento situado entre o amor e a amizade e sucede com uma maior frequência a partir dos 35 anos aumentando a sua prevalência com a idade.

São um género de relacionamento mais liberal bastante frequente e socialmente cada vez mais aceite. Ocorre mais comummente com pessoas separadas ou divorciadas com filhos embora também possa ocorrer com solteiros de mais tenra idade ou viúvos. As causas que estão na escolha deste tipo de relacionamento são diversas:

  • medo de solidão (usa o companheiro(a) para lhe fazer companhia)
  • pressão social (amigos e colegas de trabalho) e familiar (pais e irmãos) para estar num relacionamento ainda que não esteja apaixonada(o) pelo(a) companheiro(a)
  • suprimento de necessidade sexual
  • carência afectiva ou emocional
  • medo de intimidade (embora nem sempre tenha receio de intimidade sexual ao mostrar o seu corpo para o outro, tem receio de mostrar algo muito mais interno e protegido – os seus sentimentos, os seus medos, as suas fragilidades e inseguranças, os seus bloqueios, a sensação de “vazio interno no peito” ou “um buraco no coração”)

Nem todos os relacionamentos de amizade colorida são percepcionados da mesma forma por ambos os companheiros. Por vezes, a pessoa simula para o(a) companheiro(a) que o ama como se estivesse num relacionamento amoroso tradicional (namoro ou casamento) chegando a mascarar a verdade perante si própria, tentando auto-persuadir-se, para não se sentir culpada ou sentir que está a enganar o outro que ela sente que a ama mas que a própria pessoa não lhe consegue corresponder o sentimento enviado. Este comportamento, repressor da verdade da pessoa, conduz a diversos problemas chegando a somatizar-se sob a forma de doenças.

Os graus de verdade numa relação deste tipo variam bastante:

  1. Ambos os companheiros sabem, aceitam e declaram ao outro que não se amam verdadeiramente, que não estão apaixonados pelo outro, mas concordam em satisfazer as necessidades emocionais, afectivas, sociais, familiares e sexuais do outro perante a sociedade como se de um relacionamento tradicional (namoro, casamento) se tratasse como forma de evoluírem juntos e aprenderem mais um com o outro, no âmbito de uma relação, do que aprenderiam sozinhos ao longo da vida
  2. Um dos companheiros ama o outro mas o outro não lhe consegue corresponder o sentimento. Nesse caso, ambos podem acordar em ficar juntos numa amizade colorida. O problema surge quando o companheiro que não ama, incapaz de assumir a verdade, tenta simular amor perante o outro. Essa atitude de falta de verdade na sua vida enfraquece-o perante si próprio, perante a sua consciência, baixando-lhe a auto-estima e auto-condenando-o a vagar num relacionamento amoroso sem sentido.

Conheça os diversos testemunhos da Terapia Multidimensional!

Para efectuar a sua marcação poderá usar o formulário abaixo ou usar um dos nossos meios de contacto.

Marcação de consulta de Terapia Multidimensional

Modo: Presencial (em Lisboa) ou à distância
Duração da sessão: 1 hora
Valor de troca: 35€

  1. (obrigatório)
  2. (email válido obrigatório)